segunda-feira, 30 de abril de 2007

Vanity



sometimes I wish it would never end

sometimes I wish I couldn't care

sometimes I feel like I'd never see you again

take a walk on an autumn night

inhale the stars and drown in their gleam

does it really take dying children

to see what makes the world go round?

sometimes I wish I could drown all them smiles and fears

...but as long as I can drown in my own

I guess I won t give a fuck anyway...

Flowing Tears - Jade - Vanity - 2000

7 comentários:

Noquinhas disse...

Gostei bastante. Transparece calma. :D

Jinhos

formiguita bipolar disse...

Não é sso mesmo que todos fazemos? Preocupamo-nos (dmasiado?) com os nossos sentimentos e de vez em quando lá nos apercebemos que há outros seres como nós que verdadeiramente sofrem para conservar a sua vida ou por estarem vivos. Mas no final da notícia, ou ao virar da página da revista, voltamos a mergulhar nas nossas vidinhas egoístas e a esquecermo-nos do que podemos e devemos fazer pelo nosso próximo!

joaninha disse...

"sometimes I wish I couldn't care"

pronto... foi esta a que "saltou"! :)

*beijinhos*

White Box disse...

Pois... eu gostava, eu gostava... mas lá no fundo... quero lá saber! Huumm... é uma escolha tão legitima cmo as outras, certo? Porque, isto do preocupar sem preocupação, tb tem mt que se lhe diga! Ptt, que se preocupe que tem vocação! :)
Agr a sério ( e não q estivesse a brincar ) gostei bastante da letra e, concordando cm um comment ali de cima, a mim tb me transmitiu calminha... :)

Afonso Sade disse...

noquinhas: É a calma da consciência...

formiguita bipolar: Foi esta sociedade egoita que nos criou, talvez por isso só nos preocupemos da boca para fora! ;)

joaninha: "...but as long as I can drown in my own/I guess I won't give a fuck anyway..." A mim foi esta! ;)

white box: Concordo com a menina! Ás preocupações são de cada um! Quem quiser ter as dos outros... força! ;P

joaninha disse...

tb tá bem visto tá? ;)

White Box disse...

É esse o espirito... mesmo que não seja o meu! ;p